“Dói muito”: Brasil deve voltar ao Mapa da Fome

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) lamentou nesta segunda-feira (10), na tribuna da Câmara, o fato de o Brasil correr o risco de voltar a integrar o Mapa da Fome, três anos depois de ter saído. “Isso é uma vergonha, mas, também, ao mesmo tempo, é o resultado do golpe que foi dado a esta Nação, aos trabalhadores. Haverá mais gente desempregada, mais gente com fome, mais gente sem oportunidade”, detalhou.

A parlamentar lembrou que um dos maiores méritos dos governos Lula e Dilma foi justamente haver tirado 35 milhões de brasileiros da miséria. “O resultado desse trabalho veio em 2014 quando o Brasil havia deixado de integrar o Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas. O mundo aplaudiu, o Brasil se destacou no combate à miséria, e o povo, que tanto necessitava dessa atenção e dignidade, passou a ter acesso e oportunidade”, lembrou.

Benedita da Silva mostrou a lástima de tal ameaça, que é colocar a população mais pobre deste País em condição de insegurança alimentar. “Isso dói, dói muito, pois, como ex-ministra da Assistência Social, do primeiro governo Lula, sei o quanto trabalhos para tirar o país daquela situação e também, como militante e parlamentar, o quanto lutamos para que o golpe dado pelo bloco da direita, mídia, Justiça seletiva, elite e outros setores, não fosse consolidado. Pois, desde o começo dessa covardia, já sabíamos que o golpe maior não seria contra a presidenta Dilma, mas, sim, contra o povo brasileiro”, argumentou.

Fonte: PT na Câmara

Anúncios

Deixe um comentário ou enviei um e-mail para: auldf13@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s