Ato em defesa de Lula acontece nesta quarta-feira (4)

Em Plenária realizada na última quarta-feira (28), no auditório da CUT Brasília, trabalhadores e sindicalistas organizaram os rumos da luta em defesa de Lula e da democracia. Na próxima quarta-feira (4), quando o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará o mérito do pedido de liberdade preventiva do presidente, a militância de esquerda se organizará num grande ato na Esplanada dos Ministérios em solidariedade ao companheiro. O horário e local de concentração ainda serão definidos e divulgados.

“Defender Lula é defender nossos direitos conquistados com muito suor e luta sindical”

“Precisamos organizar e mobilizar nossas bases em defesa do presidente que mais lutou pela classe trabalhadora. Vamos para a rua e lotar a praça com guerreiros e guerreiras, pois temos força suficiente para demonstrar a esse governo golpista do que somos capazes. Independente do resultado do julgamento, nossa luta não para. Os trabalhadores seguirão firmes contra toda a retirada de direitos”, garantiu o secretário de Finanças da CUT Brasília, Julimar Roberto.

O ex-ministro Gilberto Carvalho participou do encontro e disse que o momento é de resistência. “Lula não está sozinho. Somos milhões e milhões ao lado dele, por todo o país e até no exterior. Basta vermos as multidões que ele arrasta por onde sua caravana passa. Mesmo que o fascismo e os golpistas tentem pará-lo, eles nunca conseguirão apagar o que Lula foi e fez pelo Brasil e o povo brasileiro”.

“A ruptura democrática vem com tudo e devemos contra-atacar, pois juntos somos mais fortes”

Já a diretora estadual da CUT e dirigente do Sinpro-DF, Rosilene Correa, incitou os trabalhadores sobre a importância desta batalha. “Vamos todos e todas ocupar os espaços da sociedade. É preciso mostrar para população o que a política de Lula simboliza para os trabalhadores. Temos a responsabilidade de fazer esse debate com a comunidade e, principalmente, levar nossas bases às ruas”.

Até o dia 4 de abril, uma agenda de atividades será realizada pelos movimentos sociais e entidades sindicais com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância de defender Lula e a democracia. e aos direitos representa ao conjunto da classe trabalhadora.

“Contamos com o empenho e participação de todos os dirigentes, trabalhadores, estudantes, enfim, toda a sociedade para a construção do ato do dia 4. Defender Lula é defender nossos direitos conquistados com muito suor e luta sindical. A ruptura democrática vem com tudo e devemos contra-atacar, pois juntos somos mais fortes”, conclamou Julimar Roberto.

Fonte: CUT Brasília

Anúncios

Deixe um comentário ou enviei um e-mail para: auldf13@gmail.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s